Na última quinta-feira (27), os docentes da Universidade participaram de mais um Café Filosófico promovido pela Andesufsc. Em junho, a atividade manteve seu foco na literatura. Os professores discutiram os direitos da classe trabalhadora e as particularidades da atual conjuntura brasileira a partir da perspectiva de grandes obras mundiais e publicações nacionais que se destacaram nos últimos anos.

Um dos textos brasileiros discutidos foi O levante dos “idiotas”: o momento brasileiro atual sob a ótica de Dostoiévski e Lispector, de autoria da professora Edna Garcia Maciel Fiod, que estava presente na roda de conversa.

O artigo discute a personalidade dos oportunistas que prometem acabar com todas as mazelas da sociedade contemporânea a partir dos retrocessos e de políticas de supressão de minorias sociais. Para isso, recorre a referências ao livro O Idiota, de Fiódor Dostoiévski, e à crônica Das vantagens de ser bobo, de Clarice Lispector.

A apresentação e os debates suscitados por ela foram seguidos por uma roda de conversa com o escritor paulista Paulino Júnior, autor da coletânea de contos Todo maldito santo dia.

A obra, vencedora do prêmio Elisabete Anderle da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), aborda fragmentos da vida em um mundo embrutecido pela exploração da classe trabalhadora. O fio condutor que conecta as histórias é a dissolução das personalidades de seus protagonistas, que se tornam meras engrenagens desumanizadas aos olhos da máquina do capital.

Para a presidente da Andesufsc, Adriana D’agostini, o encontro reforçou a importância da criação de iniciativas que abordem política em um clima mais leve e descontraído, principalmente diante de tantos ataques ao livre debate de ideias, à arte e à ciência.

“O Café Filosófico é um espaço importante para conversas fluídas, inteligentes e afetuosas entre os professores, que chegam ao final do semestre esgotados pela intensidade de trabalho e pela atmosfera social pesada e enfada que estamos vivendo. A arte, o encontro e a amizade são alentos e alimento necessário para sobreviver nestes tempos”, ressaltou Adriana.

Docentes compartilharam leituras

Foi nesse mesmo clima de união e descontração que os docentes aproveitaram a oportunidade para dialogar sobre os livros que estão lendo no momento e relacionar as obras com a luta da categoria na atual conjuntura.

Entre os títulos debatidos, estiveram publicações assinadas por Mia Couto, Gabriel García Márquez, Conceição Evaristo e Liev Tolstói.

Participe do Café Filosófico!

O Café Filosófico é uma atividade muito especial que será enriquecida com a sua presença! Fique atento ao site da Andesufsc e à página oficial da entidade no Facebook (Facebook.com/andesufsc) para conferir as datas dos próximos encontros.

Prepare uma poesia ou leitura para compartilhar com os colegas e participe!

Fonte: Andesufsc