Representantes das centrais sindicais do país se reuniram na quinta-feira, (27), na sede do Dieese, em São Paulo, para definir o calendário de lutas unificado em defesa dos direitos dos trabalhadores, das instituições e do Estado Democrático de Direito. Durante a reunião, as centrais avaliaram a importância de ir às ruas para barrar os ataques sucessivos aos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores, e dar um basta a defesa do presidente Jair Bolsonaro nos atos contra o fechamento do Congresso Nacional defendendo, na prática, à volta ditadura militar.

O dia 18 de março será o Dia de Lutas, Protestos e Paralisações em defesa dos serviços públicos, do emprego, direitos e democracia. O intuito é ampliar e fortalecer o já agendado Dia Nacional da Greve da Educação e do Serviço Público, aprovado no 39º Congresso do ANDES-SN, que ocorreu em fevereiro.  Na reunião das centrais, foi acordada a necessidade da construção de uma ampla unidade de ação para que se organize um forte dia de lutas. Na parte da manhã com atividades, assembleias e paralisações, e à tarde com os atos unificados em diversos estados do país.

O calendário da Jornada de Lutas começa nesta terça-feira (3) com a ida de representantes das centrais ao Congresso Nacional que devem ser recebidos, junto com partidos políticos e organizações da sociedade civil, pelo presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM). A agenda conta ainda com manifestações no dia 8 de Março, Dia Internacional de Luta das Mulheres, e 14 de março dia do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson. Já o 1º de Maio também será unificado com as centrais na comemoração do Dia Internacional dos Trabalhadores.

Participaram da reunião representantes da CSP-Conlutas, CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CGTB, CSB e Intersindical.

Calendário da Jornada de Lutas 
3 de março: Reunião das centrais, partidos e organizações da sociedade civil em defesa do Estado Democrático de Direito e das instituições republicanas no Congresso Nacional
8 de Março: Dia Internacional de Luta das Mulheres
14 de março: Atos em memória da luta da vereadora Marielle Franco // Justiça para Marielle e Anderson – 2 anos
18 de março: Dia Nacional de Lutas, Protestos e Paralisações em defesa dos serviços públicos, do emprego, direitos e democracia.

Fonte: ANDES