Moção de apoio à Comissão da Memória e Verdade da UFSC

2018-11-14T15:50:23+00:0014 de novembro de 2018|

Os professores da UFSC filiados ao ANDES-SN, reunidos em Assembleia Geral na tarde do dia 13 de novembro de 2018 vem manifestar seu apoio irrestrito ao trabalho realizado pela Comissão da Memória e Verdade da UFSC e seu Relatório – fundamentado em pesquisa criteriosa sobre documentos oficiais e em depoimentos de dezenas de pessoas – que apurou uma série de abusos, ilegalidades e violações aos direitos humanos, à liberdade de Cátedra e à democracia, praticadas na nossa Universidade entre 1964 e 1985. Este trabalho tem sido atacado pelo jornalista Moacir Pereira, que insiste em defender um Reitor que perseguiu, delatou e colaborou ativamente com as práticas repressivas da Ditadura.

O mesmo jornalista tem se notabilizado por ataques sistemáticos à UFSC tendo, no dia 10 de novembro, atacado o evento acadêmico “VI Congresso Sul-Brasileiro de Medicina da Família e Comunidade” pelo simples fato do evento ter, entre os itens de sua agenda, o atendimento à comunidade LGBTI, além de outras pessoas socialmente marginalizadas. Entendemos que estes ataques sistemáticos são parte de uma tentativa de desqualificação da Universidade Pública como local de liberdade de pensamento, de construção e criação do saber.

O ataque ao Relatório da Comissão da Memória e Verdade também revela uma intenção de apagamento dos crimes praticados pela Ditadura, o que é particularmente grave no atual contexto, onde as conquistas sociais, educacionais, científicas e culturais estão ameaçados.

X