NOTA DA DIRETORIA DO ANDES-SN UFSC SOBRE AÇÃO POLICIAL NA UFSC

2018-11-05T10:35:26+00:0005 de novembro de 2018|

Os ataques de aparatos judiciais e policiais às universidades públicas brasileiras têm se intensificado no período recente, atingindo professores, estudantes e técnicos administrativos em todo o país. Esses ataques foram objeto de manifestações de repúdio do Andes-SN e suas seções sindicais, do movimento estudantil e demais entidades e setores organizados da sociedade civil que defendem as liberdades democráticas e a autonomia universitária.

Liminar do Superior Tribunal Federal (STF), expedida dia 27/10/2018, reafirma a autonomia universitária e suspende “os efeitos de atos judiciais ou administrativos, emanados de autoridade pública que possibilite, determine ou promova o ingresso de agentes públicos em universidades públicas ou privadas…”.

Apesar dessas manifestações e da liminar do STF, na noite da última 5ª. feira, dia 1/11, mais uma vez a autonomia universitária foi ignorada e o campus da UFSC foi invadido por forças policiais. Segundo denúncia de estudantes e nota da nova diretoria eleita para o Diretório Central dos Estudantes, a ação policial ocorreu após o término de evento cultural promovido pela comunidade estudantil, quando os participantes já se deslocavam para sair da universidade. Os relatos assinalam que os policiais entraram no Campus em viaturas com alta velocidade e usaram balas de borracha para dispersar os presentes, configurando-se ação repressiva e violenta, que atinge os princípios mais elementares de uma sociedade democrática.

Nos somamos aos representantes estudantis no repúdio à ação policial no Campus e na cobrança da Administração Central da UFSC, tanto no que se refere a uma rigorosa apuração dos fatos, como a um posicionamento claro em defesa da autonomia universitária e da segurança da comunidade acadêmica.

Florianópolis, 04 de novembro de 2018.

Diretoria do Andes Sindicato Nacional – Seção Sindical UFSC

X