Seção Sindical do ANDES-SN sofre ação da Polícia Federal

2018-10-25T13:55:46+00:0025 de outubro de 2018|

No final da manhã desta quinta-feira (25), a seção sindical do ANDES-SN em Campina Grande (ADUFCG) sofreu uma ação da Polícia Federal.

Com um mandado de busca e apreensão, os policiais foram apreender um panfleto da entidade: “Manifesto em defesa da democracia e da universidade pública”.

O juiz eleitoral Horácio Ferreira de Melo Júnior, que assinou o mandado, determinou busca e apreensão de “outros materiais de campanha eleitoral em favor do candidato a Presidente da República FERNANDO HADDAD número 13 do PT”.

Além dos panfletos em defesa da democracia, os policiais abriram os computadores e levaram os HDS das máquinas da entidade.

A ação acontece uma semana após o ANDES-SN e suas seções sindicais terem se posicionado explicitamente contra o fascismo e em defesa da democracia, bandeiras históricas do nosso sindicato.

A direção do ANDES-SN reforça o seu compromisso na defesa intransigente da democracia e da universidade pública. “Esses são temas pertinentes à nossa atuação sindical”, afirma Antonio Gonçalves, presidente do Sindicato Nacional.

“Consideramos essa ação da Polícia Federal um ataque às liberdades democráticas. Em primeiro lugar, porque os nossos panfletos defendiam a democracia. Em segundo lugar, porque os Policiais Federais excederam o que determinava o mandado, se apropriando dos HDS da entidade, patrimônio que pertence à categoria docente”, conclui.

O ANDES-SN orienta que as seções sindicais alertem e avisem sobre qualquer ação policial que restrinja a liberdade de expressão e a liberdade sindical.

Fonte: ANDES-SN

X